João Soller Garcia na Imprensa

Entrevista do site www.toureio.com

À conversa com João Soller Garcia

 

João Soller Garcia, nasce a 7 de Maio de 1990, no seio de uma família tauromáquica. Sobrinho neto do saudoso Manuel Conde, desde cedo conviveu com esse mundo mágico dos cavalos e da tauromaquia. No início do ano de 2007, surge a oportunidade de se apresentar em praça, numa merecida homenagem ao seu tio-avô, no tentadero de sua casa. Com o apoio incondicional de um grande amigo da família, o cavaleiro Vítor Ribeiro, faz uma época brilhante, ganhando alguns troféus 2007. O Toureio.no.sapo.pt, foi ter com este jovem e saber um pouco mais da sua pessoa:

João, como nasceu este seu gosto, pelo toureio?

Desde sempre estive ligado ao cavalo e ao toiro com um grande incentivo do meu tio Manuel Conde e do meu pai. Para dizer a verdade nem me lembro de começar a montar de tão novo que era, todas as minhas brincadeiras eram a volta de uma corrida de toiros.

Como correu a temporada passada? Que balanço faz?

Foi a minha primeira temporada, por isso muito importante; tudo começou numa festa de homenagem ao meu tio Manuel, no tentadero de minha casa, seguiram se várias actuações que correram bem. Foi um concretizar de um sonho!

Para este ano, para esta nova temporada, quais são os seus principais objectivos?

Tentar triunfar em todas as corridas, ganhar experiência e sobretudo aprender. Penso ser o necessário para conseguir um lugar no mundo taurino.

Como está no que respeita à quadra, que cavalos tem para esta temporada?

Este ano a minha quadra está um pouco mais composta, com cavalos novos e também com alguns já toureados, que são extremamente importantes porque me dão ofício.

Quem tem sido o teu principal impulsionador, tens tido aulas com quem?

O meu principal impulsionador tem sido sem dúvida Vítor Ribeiro, que me tem ensinado tudo o que sei, não podendo esquecer Luís Castro Lobo e o meu irmão António, pois têm me ajudado muito.

João, tourear em Espanha, pode passar por aí a sua actividade este ano?

Para mim seria um sonho poder actuar em Espanha, mas tenho de ir com calma, e viver um dia de cada vez.

A Prova de Praticante, para quando?

A prova de praticante é um passo muito importante, pois a partir desse dia passarei a ter o dobro da responsabilidade, o que eu não quero defraudar de modo algum; logo só a tiro quando me sentir verdadeiramente preparado.

João, o Campo Pequeno, para si!?

É sem duvida um dos meus grandes objectivos, tourear no Campo Pequeno, a catedral do toureio a cavalo.

Muito obrigado, e que a sorte o acompanhe, nesta temporada tão importante!

Eu é que tenho agradecer a possibilidade de ter esta conversa, e desejo a maior sorte para o site um grande abraço para todos os aficionados

OBRIGADO PELA SUA VISITA